[Resenha] Stranger Things – 3ª temporada

Nascida em 4 de julho, a 3ª temporada de Stranger Things chegou com tudo. Novos personagens, novas tretas, monstros maiores e muita confusão com a molecada da pequena cidade fictícia de Hawkins. E caraio, como essas crianças CRESCERAM! OK, que a gente até entende como funciona a adolescência, mas alguns deles ali tomaram fermento!

Vamos ao que interessa:

O que eu gostei:
– Um ano pra lá de movimentado. No quarto episódio, as crianças já ficam cara a cara com uma das ameaças da série no maior clima tenso e emocionante. E graças à Deus Netflix que as temporadas de Stranger FINGS têm só 8 episódios, pois assim a trama “corre” sem necessidade de “fillers” e enrolações em geral;
– Gostei dos novos personagens, principalmente Erica (Priah Ferguson), a irmã do Lucas (Caleb McLaughlin) – ok, ela tá na série desde o começo, mas só agora ela participou DE VERDADE – e Robin (Maya Hawke), colega do Steve (Joe Keery) na sorveteria. As frases da Erica vão entrar pra história dos memes;
– A amizade de Eleven (Millie Bobby Brown) e Max (Sadie Sink). Meninas, contem comigo pra tudo!
– Eleven usando seus poderes. Impetuosa, visceral, avassaladora. Uma Jean Grey que, ao invés de ser treinada pelo Professor X, foi pelo Magneto;
Dustin (Gaten Matarazzo) e [SPOILER] e, posteriormente, Lucas e Max – para debochar do primeiro casal – cantando o tema de História Sem Fim (que aliás, é uma música incrível, na minha opinião). Ri horrores Hahahaha!
– Ainda bem 🙌 que não foderam com a vida do Will (Noah Schnapp) de novo! Eu não ia aguentar mais uma temporada com ele sofrendo outra vez;
– Em como a cidade virou uma loucura por causa daquele shopping. Coisas boas e (muito) ruins vieram dali. Me lembrou um pouco Torre de Babel (risos);
– O Exterminador do Futuro 👍 (entendedores entenderão);
– Excelentes efeitos especiais (valeu a pena cancelar Sense8, assim sobrou mais dinheiro pra Netflix caprichar em ST rs).

Não consigo mais tirar da cabeça que disseram no Twitter sobre o Billy (Dacre Montgomery) parecer o filho do Zac Efron com o Jared Leto que nunca tomou banho desde que nasceu (risos).

O que eu não gostei:
– O namoro de Mike (Finn Wolfhard) e Eleven. PLMDDSSSSSSSSSSS que coisa chata e grudenta! Vão jogar RPG e larguem mão disso, pois vocês são bebês ainda! Hehe;
Hopper (David Harbour) macho tóxico, escroto e fedido a cigarro do caralho!
– Eu tava esperando a Oito (Linnea Berthelsen) aparecer. Não foi dessa vez 😢
– Essa temporada tá bem nojenta (ajudado pelos ótimos efeitos especiais). Cuidado, estômagos fracos.

Apesar de já cansado um pouco da fórmula da série – a ameaça vinda do Mundo Invertido que deixou algo pra trás e virou a ameaça na 2ª temporada que deixou algo pra trás de novo etc – foi um bom ano. O final – excetuando a cena pós-créditos (sim) – deu um bom desfecho na série, amarrando a maioria das pontas soltas e dando destinos “satisfatórios” a todos os personagens. Eu, por mim, encerrava aí, numa trilogia mesmo. Mas vai saber, né. A Netflix não larga assim tão fácil suas galinhas dos ovos de ouro…

Título original: “Stranger Things”.
Ano de estreia: 2019.
Criado e produzido por: Irmãos Duffer.
Elenco: Winona Ryder, David Harbour, Finn Wolfhard, Millie Bobby Brown, Gaten Matarazzo, Caleb McLaughlin, Natalia Dyer, Charlie Heaton, Cara Buono, Noah Schnapp, Sadie Sink, Joe Keery, Dacre Montgomery e Maya Hawke.
Duração: 8 episódios de +/- 55 minutos cada.
Nota do Gilga: 8,5.

Anúncios

Autor: Gilgamesh

The All-New All-Different Gilga das Galáxias™, um conjunto de conteúdos interessantes.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s