[Game Retrô] Kingdom Hearts: Birth by Sleep – Final Mix

KHBBS

Depois de um tempão, mais um Game Retrô (tô muito lento pra um gamer rs).
Enfim pude baixar um emulador de PSP e jogar esse spin-off de Kingdom Hearts que, pra mim, é um dos mais importantes e mais divertidos da série: Kindgom Hearts: Birth by Sleep, a versão Final Mix.
Lançado pela Square-Enix em 2010 para o portátil, da Sony, KH:BbS é o sexto da franquia mas o 2º da cronologia (o 1º é o mobile Kingdom Hearts: Unchained χ), e se passa alguns anos antes do 1º KH, e conta a história dos três amigos e usuários de Keyblade: Terra, Aqua e Ven (Ventus). Em Land of Departure, eles são treinados por Eraqus, e Terra e Aqua participam do Mark of Mastery, um teste julgado por Eraqus e Xehanort (o vilão da saga que aqui ainda era só um Keyblade Master e foi mestre de Eraqus) para se tornarem Keyblade Master, mas só Aqua passa, e Terra é reprovado por ter uma escuridão em seu interior muito forte. Depois disso, Eraqus recebe uma chamado de Yen Sid (o Keyblade Master do King Mickey) de que os mundos foram invadidos por monstros conhecidos como Unversed (ainda não existiam os Heartless) e de que Xehanort havia desaparecido, e incumbe Terra de ir investigar. Terra então parte de Land of Departure e Ven, que tem Terra (rs) como ícone, e contrariando a todos, o segue, o que leva Eraqus a pedir para Aqua seguir o jovem para fazê-lo voltar para casa, e assim começa a jornada dos heróis nos 11 mundos (e uma rápida passagem em Destiny Islands para complementar a história), que incluem, entre outros, Dwarf Woodlands (“Branca de Neve e os Sete Anões”), Enchanted Dominion (“A Bela Adormecida”), Deep Space (“Lilo & Stitch”) e Neverland (“Peter Pan”), do lado da Disney, e Radiant Garden e Keyblade Greaveyard, mundos próprios do jogo.

Terra, Ven e Aqua.
Terra, Ven e Aqua em Land of Departure.

O sistema do jogo é bem divertido e possui vários recursos e minigames: no menu existe o Command Board, uma espécie de jogo de tabuleiro onde você disputa com os outros dois personagens principais do jogo jogando um dado e caminhando por casinhas, onde você pode obter diversos prêmios, e a cada mundo visitado, é disponibilizado um novo tabuleiro temático. Confesso que não tive muita paciência para jogar isso, e acabei jogando umas duas vezes só. Já os outros minigames – muitos deles disponíveis em Disney Town -, estão no mundo Mirage Arena, que você joga online no PSP com outros jogadores e por isso não pude jogar nada no emulador.
Os Deck Commands, que são ataques tanto físicos (Attack Commands) quanto mágicos (Magic Commands), podem ser conseguidos tanto em baús quanto caídos pelos monstros derrotados, bem como os itens (Item Commands). O deck (menu onde você equipa os comandos) vai aumentando o nº de espaços conforme o nível do personagem progride. Além destes, ainda temos os Friendship Commands, os Movement Commands (que altera a movimentação do personagem, como pulo mais alto, ou contra-ataque após bloquear etc), os Defense Commands, os Reprisal Commands, os Finish Commands (ataques especiais usados quando Command na batalha estiver cheia), e por fim, os Shotlock Commands, habilidades usadas segurando L1 + R1.
Ainda temos as Abilits, que dão suporte para o personagem, aumentando ataques físico e mágico, o nº de combos (no chão e aéreo), aumento de HP, de tesouros obtidos, defesas elementais etc, que podem ser obtidos na opção Meld Commands, onde podem ser criados novos comandos combinando dois diferentes adicionados a um item de síntese, os Crystals.
Os D-Links podem ser usados na batalha invocando outros personagens do jogo – como Branca de Neve, Stitch, Zack (FF VII), Malévola, e os próprios Terra, Aqua e Ven, o que altera seus comandos no deck e ao final, o personagem invocado usa um superataque.

khbbs-menu
Na opção Reports do menu é apresentado informações sobre os personagens, mundos e monstros encontrados, além de indicar quantos baús (Treasures) em cada mundo e também os adesivos (Stickers), que você pode colar num “pôster”, e isso pode conceder alguns prêmios.

Resumindo, Kindgom Hearts: Birth by Sleep, pra mim, é um dos melhores games da saga, tanto em gráficos, músicas (abaixo, segue uma das minhas preferidas) e história, e tão importante quanto KH 1 e 2, que joga luz sobre os passados de Sora, Rikku, Xehanort e a Organization XIII, sem contar esses personagens tão carismáticos que são Terra, Aqua e Ven. Uma pena que o final do jogo foi muito triste para os três (que conto, com SPOILERS, mais abaixo).

SPOILERS: No final de KH:BbS, Ventus, após enfrentar Vanitas, que é seu lado negro trazido à vida por Xehanort, é transformado na χ-Blade (lê-se como se lê “keyblade”), que é a Keyblade definitiva e que permite abrir o Kingdom Hearts, um portal para todos os mundos; Aqua fica perdida para sempre em Realm of Darkness na tentativa de salvar Ven; e Terra tem seu corpo possuído por Xehanort (o que explica o visual do vilão em KH 1 e 2, uma versão platinada do Terra). O destino dos três permanece nas mãos de Sora na cronologia principal da série, e teremos o retorno de Aqua em Kingdom Hearts 2.8, a ser lançado ainda este ano em 2016.

my_friends_are_my_power_

[Atualizado em 02/08] Esqueci de comentar que você pode escolher um dos três personagens principais (Terra, Ventus e Aqua) para zerar a história somente com ele. Abaixo, segue a tela com todos os dados da campanha de cada um deles nos tweets a seguir.

https://twitter.com/reigilgamesh/status/758088239077023744

https://twitter.com/reigilgamesh/status/758818638535139329

https://twitter.com/reigilgamesh/status/759585310124699648

Meu preferido é o Ventus, pois ele é o mais rápido dos três tanto na movimentação e esquiva quanto nos ataques. [fim da atualização]

Leia também os outros Game Retrô:

• [Game Retrô] Super Mario World 2 – Yoshi’s Island
• [Game Retrô] Final Fantasy Tactics
• [Game Retrô] Final Fantasy Tactics A2

Anúncios

[Atualizado] 1ª imagem de Tyler Hoechlin como Superman em “Supergirl”

Supergirl-URUK

Revelada hoje a primeira imagem oficial de Tyler Hoechlin (Teen Wolf) como Superman ao lado de Melissa Benoist no papel-título em “Supergirl”:

superman-1st-look-supergirl_0

Sinceramente? Não curti. Acho que o Hoechlin tem muito mais cara lobisomem do que de Superman, sem contar que estou receoso quanto à essa escolha sendo que ele fica devendo como ator, mas enfim.

“Supergirl” em sua 2ª temporada retorna em 10 de outubro, agora de casa nova, na CW.

Fonte: Entertainment Weekly.

[Atualizado] O site Just Jared publicou algumas fotos das gravações da 2ª temporada de “Supergirl” com o Superman em ação. Veja:

super

Confesso que, vendo assim, até que ele ficou interessante como o Homem de Aço. Agora é só esperar até outubro para ver o resultado nas telinhas.

Datas de estreia de todos filmes Marvel e DC

LJWW

Segue lista de lançamentos (nos cinemas brasileiros):

[Clique no título do filme para assistir ao último trailer lançado do mesmo]

2016:
25 de Julho (lançamento mundial): Batman: The Killing Joke (Somente uma sessão em alguns cinemas)
4 de Agosto: Esquadrão Suicida
3 de Novembro: Doutor Estranho

2017:
2 de Março: Wolverine 3 (título não oficial)
27 de Abril: Guardiões da Galaxia Vol. 2 
1º de Junho: Mulher-Maravilha
6 de Julho: Spider-Man: Homecoming (título provisório)
5 de Outubro: filme Fox/Marvel sem título
2 de Novembro: Thor: Ragnarok
16 de Novembro: Liga da Justiça

2018:
15 de Fevereiro: Pantera Negra
1º de Março: filme Fox/Marvel sem título
15 de Março: The Flash
3 de Maio: Vingadores: Guerra Infinita – Parte 1 (título provisório)
28 de Junho: filme Fox/Marvel sem título
5 de Julho: Homem-Formiga e a Vespa
26 de Julho: Aquaman
4 de Outubro: filme Warner/DC sem título

2019:
7 de Março: Capitã Marvel
4 de Abril: Shazam
2 de Maio: Vingadores: Guerra Infinita – Parte 2 (título provisório)
13 de Junho: Liga da Justiça – Parte 2
31 de Outubro: filme Warner/DC sem título

2020:
2 de Abril: Ciborgue
30 de Abril: filme Marvel Studios sem título
9 de Julho: filme Marvel Studios sem título
23 de Julho: filme Warner/DC sem título (presumido que seja Green Lantern Corps)
5 de Novembro: filme Marvel Studios sem título

Sem data prevista:

– Filme solo do Batman dirigido por Ben Affleck.

– Sequência de Deadpool.

– Filme solo do Gambit (muitas notícias relatam que a data original do filme, 7 de Outubro de 2016 foi desmarcada sem previsão de uma nova data. Recentes notícias sugerem que a produção do filme começará “mais tarde em 2016”, levando a crer que este seja o candidato para a data 6 de Outubro de 2017 já reservada pela Fox).

Inumanos (O Marvel Studios removeu o filme da data 12 de  Julho de 2019, e o projeto não está oficialmente morto.)

Fonte: Newsarama.

P.S.: Caralho, em 2018 vão ter OITO filmes de super-heróis nos cinemas!!

[Atualizado] [SDCC] Novo trailer de Doutor Estranho e outras novidades do Marvel Studios

DS

Sem mais delongas, o 2º trailer de “Doutor Estranho”:

De arrepiar, caralho!! Agora sim, vemos Stephen Strange (Bendecit Cumberbatch) já usando uniforme de Dr. Estranho, com direito a Manto de Levitação e Olho de Agamotto. Temos mais cenas com a Ancião (Tilda FODÁSTICA Swinton), Keacilius (Mads Mikkelsen) e Barão Mordo (Chiwetel Ejiofor), e algumas cenas de batalhas, com direito a mais prédios se espelhando e se contorcendo a la Inception. Esse filme vai ser foda, hein!

Também temos a nova logo para o filme e novo poster, abaixo:

estranho novo

Dr estranho novo poster

“Doutor Estranho” estreia no Brasil em 3 de novembro.


O Marvel Studios veio com várias novidades, incluindo nova logo, e nova logo também para os filmes “Thor: Ragnarok”“Pantera Negra” e “Guardiões da Galáxia 2”.

MS nova

pantera

ragnarok

guardioes nova

As novidades no filme do Pantera é que foram confirmados Michael C. Jordan (Creed, Quarteto Fantástico), Lupita N’yongo (Star Wars: O Despertar da Força, Doze Anos de Escravidão), além da novidade no elenco: Danai Gurira, a Michonne de The Walking Dead.

[Atualizado] Em “Guardiões da Galáxia 2”, Kurt Russel foi confirmado como Ego, e ele será o pai do Senhor das Estrelas (Chris Pratt). Pois é, baita spoiler, mas enfim. Foi mostrado um vídeo na Comic Con, mas exclusivo pra feira. Se vazar, atualizo aqui.

“Guardiões 2” estreia em 27 de abril de 2017, “Thor: Ragnarok” em 2 de novembro de 2017 e “Pantera Negra” estreia em 15 de fevereiro de 2018.


[Atualizado] Sobre o filme “Capitã Marvel”, que estreia por aqui só em 28 de fevereiro, a atriz Brie Larson (O Quarto de Jack, Scott Pilgrim contra o Mundo) foi confirmada no papel-título. O filme também recebeu logo redesenha. Veja:

cap marv


“Homem-Aranha: De Volta pra Casa” (título brasileiro não oficial) ganhou a 1ª imagem conceitual, mostrando um Abutre (Michael Keaton) bem parecido com a linha Ultimate. Veja:

spider abutre

O novo filme do Amigão da Vizinhança estreia no Brasil em 6 de julho de 2017.

[SDCC] 1º trailer de “Legion”, derivado de X-Men

Legion

Em parceria do canal FX com a Marvel Television, surge o 1º trailer de “Legion”, série de TV derivada de X-Men. Assista:

No vídeo temos uma conversa entre David Haller (Dan Stevens) com um “investigador”, detalhando um pouco da sua loucura e falando de uma garota desaparecida, que na verdade ela é uma mutante etc. E no meio desse relato, muitas coisas loucas acontecem, dando-nos um pequena vislumbre de como é a mente de um poderoso mutante com esquizofrenia. Gostei dos efeitos especiais, hein. Estão de primeira para uma série de TV (ou talvez capricharam para o trailer, mas enfim).

Pra quem não sabe de que porra eu tô falando ou quem é “Legion”, nos quadrinhos, David Haller é o jovem filho bastardo de Charles Xavier que tem problemas de múltiplas personalidades, e que cada personalidade tem um poder. David recebeu o codinome Legião e apareceu pela 1ª vez nos quadrinhos em New Mutants #25 (1985) e é um mutante nível ômega.

“Legion” estreia simultaneamente nos EUA e no Brasil no primeiro semestre de 2017.

P.S.: Quando surgir trailer legendado, atualizo o post.

[SDCC] Trailers de Mulher-Maravilha e Liga da Justiça

LJWW

A Comic Con de San Diego anda a mil, e em seu 3º dia a DC/Warner exibiu o trailer de “Mulher-Maravilha” e um trailer “improvisado” para a SDCC de “Liga da Justiça”, além da 1ª imagem oficial da super-equipe. Veja abaixo:

Gostei bastante do trailer da Mulher-Maravilha, principalmente as cenas de ação dela contra soldados na Iª Guerra Mundial, e tem uns diálogos interessantes também, em especial o último quando Diana (Gal Gadot) conhece a secretária de Steve Trevor (Chris Pine).

Para um trailer não oficial, até que este vídeo da Liga tá bem interessante, hein. O Flash de Ezra Miller (que homem) rouba a cena. Já Aquaman (Jason Momoa) e Ciborgue (Ray Fisher) – este último aparece rapidamente – não me impressionaram tanto. Outra coisa que me incomoda no filma da Liga é ver o Batman (Ben Affleck) reunindo a equipe, já que nos quadrinhos ele seria a última pessoa a querer um grupo para trabalhar com ele, mas ok, até que se encaixa no contexto dos filmes do Zack Snyder. E o Superman (Henry Cavill), hein. Como será que ele volta? Fica aí o questionamento.

liga

“Mulher-Maravilha” estreia no Brasil em 1º de junho de 2017, e “Liga da Justiça”, em 16 de novembro de 2017.

[SDCC] Novidades sobre várias séries de TV

SDDC2016

“Deuses Americanos”, a adaptação do livro de Neil Gaiman (Sandman), ganhou seu 1º trailer na San Diego Comic-Con 2016. Assista:

O livro conta a história de um ex-condenado, Shadow (Ricky Whittle), que vaga por uma América nos dias atuais repleta de deuses mitológicos da Antiguidade enquanto eles lutam com novas divindades, como deuses da Mídia e da Internet. Bryan Fuller (Hannibal) e Michael Green (Heroes) escreverão o roteiro do piloto, além de servirem como produtores principais de American Gods. Gaiman deve escrever alguns episódios.

Completam o elenco Ian McShane (Mr. Wednesday), Gillian Anderson (Media), Yetide Badaki (Bilquis), Jonathan Tucker (Low-Key Liesmith), Kristin Chenowetch (Easter), Emily Browning (Laura Moon), Crispin Glover (Mr. World), Pablo Schreiber (Mad Sweeney).

“Deuses Americanos” terá produção-executiva de Gaiman e tem estreia prevista para o começo de 2017.


Quem ganhou trailer também foi a 7ª temporada de  “The Walking Dead”. Quem será que morreu no final da temporada anterior?

A grande sensação do vídeo foi a aparição de Ezekiel (Khary Payton) e sua tigre Shiva. Nos quadrinhos, Ezekiel é ex-marido de Michonne.
“The Walking Dead” retorna em 23 de outubro nos EUA.


Já no painel de “Agents of SHIELD” foi confirmou que o Motoqueiro Fantasma estará na 4ª temporada, confirma mostra o teaser poster abaixo.

motoca

O mais certo seria dizer que se trata do MOTORISTA FANTASMA, pois a versão mostrada na série será a do Robbie Reyes (na série All-New Ghost Rider), que em Agents será interpretado pelo ator Gabriel Luna (True Detective), e ele tem um carro, que foi mostrado na SDCC no vídeo abaixo. Tem foto também.

ghost

“Agents of SHIELD” retorna em 20 de setembro.


Vou mostrar mais novidades na feira até domingo, quando a Comic Con se encerra. Fiquem ligadinhos!

Fontes: Omelete e Judão.

[Atualizado] [SDCC] Novidades sobre as séries Netflix/Marvel

punho

Agora há pouco no 1º dia da San Diego Comic Con, no painel Netflix, foram divulgadas novidades sobre as séries em parceria do serviço de streaming com a Marvel:

Anunciada a 3ª temporada de “Demolidor” (“Daredevil”), sem data prevista, mas que estreará já ano que vem.
Tem até teaser (que não mostra nada, mas blz):

Exibido também 1ª trailer de “Luke Cage”. Assista:

Lembrando que “Luke Cage” estreia em 30 de setembro.

Já temos o 1º teaser trailer de “Punho de Ferro” (“Iron Fist”)! Fiquei feliz que, o pouco que o vídeo mostra, a origem dele vai ser bem fiel à dos quadrinhos, mas estranhamente o trailer foi deletado. Se ele aparecer online de novo, atualizo aqui.
[Atualizado] O trailer foi subido erroneamente, pois não deveríamos ter visto, já que foi só pra galera que tá lá na SDCC, por isso foi removido. “Punho de Ferro” estreia no 1º semestre de 2017 e por enquanto ficamos apenas com o teaser poster abaixo.
[Atualizado 2 em 23h36] Alguém salvou e subiu o vídeo no Twitter. Assista abaixo:

https://twitter.com/IsotopeRose/status/756308813628661760
ironfirstposter

E também mostraram um teaser (bem merreca) de “Defensores” (“Defenders”), que vai reunir os quatro heróis Marvel que estão na Netflix. O legal é que a logo, cada letra é tirada de todas as séries. Assista:

Mais novidades da SDCC serão publicadas durante esta semana. Fiquem ligadinhos!

Carta de fã de George R. R. Martin para Stan Lee reaparece

martin

Quando George R.R. Martin tinha 16 anos, ele enviou uma carta à Marvel e apontou buracos no enredo dos quadrinhos de Stan Lee. Na carta, que foi publicada em Fantastic Four #32 em 1964, Martin elogiou Lee e o desenhista Jack Kirby por sua consistência (“mais um mês, mais um punhado de clássicos”), mas encontrou “uma falha nesta obra-prima de outra forma perfeita”.
O jovem Martin apontou que os vilões têm a tendência de reaparecerem sem “explicação”. Ele citou o retorno do Fantasma Vermelho na série do Quarteto Fantástico, por exemplo, criticando, “Agora de repente você traz ele de volta… sem uma única palavra explicando.”
Lee respondeu ao pedido de Martin para não “empurrar mais nenhum retorno de vilões de seu chapéu”. O ícone dos quadrinhos disse, “Uau! Nossos rostos estão vermelhos! Você quer a verdade, Georgie? Nós simplesmente ESQUECEMOS onde deixamos o Fantasma Vermelho, e não tivemos tempo para procurar em qual edição porque a gráfica estava respirando em nossas nucas com o fim do nosso prazo!”
Apesar de suas críticas, Martin chamou os quadrinhos da Marvel de “brilhantes” e a arte de “sublime”. O autor best-seller creditou aos quadrinhos como uma de suas grandes influências em “Game of Thrones”.

Fonte: Entertainment Weekly.

[Resenha] Stranger Things – 1ª temporada

STRANGER THINGS

A mais nova série original da Netflix, “Stranger Things”, estreou na última sexta (15) no serviço de streaming, e já é um sucesso com seus 8 episódios. É fácil perceber as referências onde beberam os criadores da série, os Irmãos Duffer (Matt e Ross): Stephen King e Steven Spielberg, em todo o clima oitentista da trama, que se passa em 1983, onde reinavam a paranoia da Guerra Fria e a tecnologia analógica. A história começa com as crianças do elenco – que aliás, roubam a cena de “Stranger Things” -, os amigos Will (Noah Schnapp, que parece uma miniatura do Elijah Wood), Mike (Finn Wolfhard), o estressadinho Lucas (Caleb McLaughlin) e o banguela e esperto Dustin (Gaten Matarazzo) jogando Dungeons & Dragons na casa de Mike. Enquanto isso, algo estranho foge das instalações da empresa de energia da cidade (fictícia) Hawkins. Depois de terminar uma sessão de dez horas seguidas (esses venceram a mim e meus amigos), os outros meninos vão embora de bicicleta quando, ao chegar em casa, Will desaparece, iniciando todo o mistério e drama da história. Enquanto boa parte dos adultos acreditam na morte do garoto desaparecido, Joyce (interpretada magistralmente por Winona Ryder), a mãe de Will, luta contra tudo e todos para procurar seu filho, acreditando que ele ainda está vivo. Os amigos de Will também passam a procurar Will e acabam encontrando uma estranha menina de cabelos raspados e de poucas palavras, que posteriormente diz se chamar Onze (011, interpretada por Millie Bobby Brown), com incríveis poderes psíquicos. Quanto mais se descobre dela, mais pistas os garotos ganham do paradeiro de Will, e, claro, muitos, mas MUITOS mistérios são apresentados ao público.

Lucas (Caleb McLaughlin), Dustin (Gaten Matarazzo), Mike (Finn Wolfhard) e Onze (Millie Brown).
Lucas (Caleb McLaughlin), Dustin (Gaten Matarazzo), Mike (Finn Wolfhard) e Onze (Millie Brown).

Destaque também para o xerife de Hawkins, Hopper (David Harbour), que também tem um histórico traumático, começa cético e conforme a trama avança, ele passa a ser o primeiro adulto, além de Joyce, a perceber que Will está vivo e que outras coisas sinistras na cidade estão envolvidas no desaparecimento do garoto.
Já no núcleo adolescente da série, temos a chatinha Nancy (Natalia Dyer), irmã de Mike e que namora o arrogante Steve (Joe Keery), o garoto popular da escola, e o esquisitão Jonathan (Charlie Heaton, uma mistura de Alfie Allen com Norman Reedus), irmão de Will que curte fotografia, e isso acaba colocando tanto ele em encrenca com Steve quanto na trilha do desaparecimento do irmão.
Já o vilão – humano, pelo menos, fica a cargo do ator Matthew Modine, que aqui interpreta o platinado Dr. Martin Brenner, chefe das instalações do Laboratório Nacional de Hawkins e que secretamente trabalha com espionagem psíquica (explorando os poderes da pobre Onze) e dimensões paralelas (!!!).

A série é um prato cheio para nerds (eu) e para quem viveu nos saudosos anos 1980 (eu 2x), e vou citar aqui algumas referências que apareceram na série:
“X-Men #134”: a edição americana de junho de 1980 dos mutantes da Marvel é citada duas vezes no primeiro episódio e ela trata da época em que o vilão Mestre Mental, aliado ao Clube do Inferno, seduz a x-man Jean Grey ao ponto de ela manifestar pela 1ª vez a entidade maligna Fênix Negra, dando o pontapé inicial na saga do lado negro da mutante. Será que o que acontece em X-Men #134 tem relação com a Onze?
P.S.: Professor X e Sr. Fantástico também são lembrados.
“O Enigma de Outro Mundo”: no quarto de Mike, há um poster de “The Thing”, filme de terror que ficou conhecido por aqui como “O Enigma de Outro Mundo” (1982), dirigido por John Carpenter e estrelado por Kurt Russel, e que ganhou remake em 2011. O professor dos garotos está assistindo o filme no final da temporada.
Demogorgon: uma das coisas mais legais de “Stranger Things” é que os garotos jogam D&D, isso numa época onde o videogame ainda estava engatinhando (um deles ganha um Atari, novidade na época, de Natal), e que era o máximo de diversão nos anos 1980, mais de 30 anos antes de Pokémon GO. Demogorgon, um monstro do RPG supracitado que é conhecido como “Príncipe dos Demônios”, é citado diversas vezes, pois assim que Mike e Onze chamam o monstro da trama.
“Should I Stay Or Should I Go?”: lançada pela banda The Clash em 1982, a música meio que vira um hino da série, que une os irmãos Will e Jonathan.

“Stranger Things” é uma série muito foda, a trilha sonora é fantástica, os efeitos especiais também não ficam atrás, gostei mesmo de tudo e recomendo, porém o final não é lá muito satisfatório (como eu sempre digo, o que importa é a jornada e não o destino), sem contar que muitas pontas ficaram soltas (vários mistérios foram jogados na nossa cara, no melhor estilo Lost, mas foram poucas as respostas dadas), que espero que resolvam na 2ª temporada (aparentemente confirmada). Aliás, a trama se encerra de uma maneira aberta mesmo, como alguns filmes oitentistas de terror.

Título original: “Stranger Things”.
Ano de estreia: 2016.
Criado e produzido por: Irmãos Duffer.
Elenco: Winona Ryder, Matthew Modine, Finn Wolfhard.
Duração: 8 episódios de +/- 55 minutos cada.
Nota: 8,5.