Game de One Punch Man é anunciado

A Bandai Namco anunciou hoje One Punch Man: A Hero Nobody Knows, primeiro jogo para consoles inspirado no popular mangá e na série animada One Punch Man.

O jogo de ação e luta terá batalhas entre dois times de três personagens e inclui nomes como Saitama, Genos, Hellish Blizzard, Speed-o’-Sound Sonic e Cavaleiro sem Licença.

Nas cenas reveladas no trailer, é possível ver uma jogabilidade semelhante a de Jump Force. Veja o trailer:

Detalhes sobre como Saitama, personagem capaz de aniquilar qualquer adversário com um único soco, será integrado ao jogo não foram revelados.

Desenvolvido pela Spike Chunsoft, One Punch Man: A Hero Nobody Knows será lançado para PlayStation 4, Xbox One e PC. Uma data específica de lançamento não foi anunciada.

Fonte: The Enemy.

Anúncios

[Atualizado] Precisamos falar sobre a toxicidade dos gamers

A polêmica no Twitter BR entre ontem e hoje foi sobre a treta com a Gabriela Cattuzzo – que até então eu não conhecia -, uma streamer que, após sofrer discriminação num game online de um homem, desabafou, putaça e com razão, no Twitter, afirmando que homens são lixo, sofreu uma avalanche de ataques, de homens que vieram com o famigerado “nem todo homem”, insultos e ameaças de morte – caralho, os caras pegam pesado – e, ao descobrirem que ela é patrocinada pela Razer, empresa brasileira de periféricos de PC, os babaquinhas encheram o saco da mesma no Twitter até que a empresa soltou essa nota vexaminosa:

Ou seja, ao invés dos caras aproveitarem a polêmica para tentar tornar o universo gamer um pouco menos tóxico, eles optaram pelo caminho mais “fácil” (e mais rentável) e defenderam os agressores da Gabi, prometendo não renovar o contrato com a streamer alegando que ELA é quem praticou discriminação. “Totalmente contrária a qualquer tipo de discriminação” uma ova! As minas sofrem todo o tipo de assédio, discriminação e ódio TODOS OS DIAS (e isso é uma realidade das gamers, só perguntar) e daí quando são os hominhos que não sabem receber uma crítica e fazer uma inflexão sobre o comportamento masculino (online e offline), a Razer preferiu defender os homens machistas, que infelizmente são a maioria de seus clientes.

Link para matéria da notícia: Gamer perde contrato com marca após acusação de ‘preconceito contra homens’.

Separei alguns tweets que expressam bem o que eu penso sobre o caso da Gabi:

“O pau dele caiu porque uma mulher escreveu palavras na internet”.
Total! Ah, se eu fosse concorrente da Razer…

Lembro de uma certa feita em que a Bruna Penilhas, da IGN Brasil, sofreu ataques após escrever um artigo de um jogo, onde os caras chegaram até a pedir o “currículo gamer” dela – no caso, a conta do PSN, só pra verificarem se ela era “gamer” mesmo, se jogava de fato ou só fingia pra falar “mal” dos games no portal. Obviamente ela não deu – e com razão – para evitar que a procurassem online nos games e assediassem ela, mas isso é uma coisa que acontece direto com mulheres gamers.

E não são só as mulheres que sofrem com a toxicidade dos gamers, crianças também, independente do sexo. Coincidentemente na semana passada, nos EUA, rolou o caso do Jake McDermott, um garoto que deve ter uns 10 anos (não consegui confirmar a idade dele) – e que também é um ator-, e que sofreu ataques de haters (maioria de gamers) em sua conta de Instagram após ele criticar, em vídeo, o hype em cima de Keanu Reeves e de Minecraft. As pessoas são obrigadas a gostar do que vocês gostam? E nem uma criança os caras perdoam, e o Jake sofreu tanto ódio – inclusive ameaças de morte – que teve que se desculpar publicamente, mas olha só esse exagero. A que ponto chegamos, minha gente. O respeito online é ZERO.

Resumindo o post: dizem que mulher é o “sexo frágil”, que é sensível e chiliquenta, mas homens vivem tornando a vida delas nos games (e fora deles também) um inferno, daí quando uma mina não aguenta mais e explode dizendo que homem é lixo (não tá errada), pensa num bicho frágil e chiliquento. No fim, os homens provaram que Gabi estava certa: são lixo mesmo. Preconceito contra homem cis é o mesmo que racismo reverso e “cristofobia”: não existe.

Por favor, homens: façam terapia e aprendam a tratar de forma minimamente decente as mulheres, pois do jeito que tá, a comunidade gamer só tem a perder com tanto ódio. Vamos criar um ambiente saudável para todos, incluindo crianças, mulheres, negros e LGBTs, para aproveitarmos os joguinhos que deveriam nos divertir, entretanto a experiência infelizmente passa a ser estressante e, muitas vezes, traumática, e depois, quando os conservadores disserem que games são os culpados pela violência – eu nunca esqueço do caso dos atiradores de Suzano/SP, inclusive bem recente – a gente ter algum argumento sólido para defender nossa comunidade, beleza?

Pra ter um pouco de paz, Gabi foi obrigado a fazer isso, fora que ela perdeu o patrocínio dos arrombados da Razer, né.

[Atualizado] Segue vídeo postado em janeiro deste do Pipocando Games jogando CS:GO com uma menina e pegando as reações dos meninos online. Uma experiência social bem interessante:

[Atualização 2] Apareceu na minha timeline esta arte da Maryne Lahaye, que eu acho que traduz bem o argumento contra a frase “Nem todos os homens”:
“Nós sabemos que não são TODOS os homens, héteros, brancos etc, mas são MUITOS. É o BASTANTE. E você se ofendendo mais com a sugestão que MUITOS dos seus iguais podem ser maus do que pelo dano que eles causam DE VERDADE… Faz você parte do problema.”

[Resenha] Jessica Jones – 3ª temporada

Na Netflix desde a última sexta-feira (21), a 3ª temporada de Jessica Jones chega para concluir o Defenderverse. E com chave de ouro, hein. Neste último ano, Jessica (Krysten Ritter) passa pelo dilema se é ou não uma heroína (e a dúvida “o quê é ser uma heroína?”), enquanto Trish (Rachael Taylor) usa seus poderes adquiridos na temporada anterior para ajudar as pessoas e acaba cruzando alguns limites, e Jeryn (Carrie-Anne Moss) que, para se provar como uma excelente advogada, acaba fazendo mais mal do que bem para as pessoas ao seu redor.

OK, lá vai.

O que eu gostei:
– A conclusão dos arcos dos personagens, bem como a trajetória deles nesta temporada;
– Gostei da importância que deram pra Trish, com ela tendo episódios só pra ela;
– Falando nela, muito bom a “Felina” (Hellcat), que mesmo sem uniforme (rolou uma homenagem ao uniforme clássico dos quadrinhos no 2º episódio) aprontou altas confusões com seus poderes;
– Outra personagem que também morri de amores foi a Jeryn. Carrie muito foda em uma personagem muito bem escrita e com diversas camadas;
– O vilão, apesar de ser apenas humano, deu muita dor de cabeça para as heroínas com sua astúcia, e provou que não é necessário poderes para fazer maldade;
– A aparição de outra pessoa com poderes deu uma boa profundidade na trama, e acabou trazendo coisas boas e também (muito) ruins para as vidas das personagens principais;
– A secretária trans da Jessica Jones. Me identifiquei com o sarcasmo dela ♥
– O ritmo da trama é alucinante entre os episódios 3 e 11. Pena que no final dá uma caída;
– O episódio 7 é emocionante e o meu preferido!

Que mulheres! ♥

O que eu não gostei:
– Novamente, trama arrastada, o que aconteceu nas temporadas anteriores de Jéssica Gomes. Tudo poderia ter sido resolvido entre 8 e 10 episódios. O formato de 13 episódios é muito cansativo;
– Uma coisa que é normal na série mas sempre me deixou decepcionado foi o fato de não mostrarem a Jessica voando. Ela voa, caras, mas deve ser muito caro (ainda mais em ritmo de despedida das séries Marvel na Netflix) fazer esse efeito (nem que fosse um cabo erguendo a Krysten). Lembro que isso acontecia direto em True Blood (2008-2014), da HBO, com o Eric (Alexander Skarsgård), onde nunca era mostrado ele voando, daí num episódio mostraram e eu surtei;
– Queria a aparição dos outros Defensores (ou algum outro personagem das outras séries), mas só apareceu um por cinco minutos só pra dar um conselho pra Jessica e foi embora. Achei anticlimático, mas enfim.

Mas no balanço geral, foi uma temporada excelente, até melhor do que a 3ª de Demolidor (resenha aqui), que pra mim, foi uma das melhores do Defenderverse, entregando uma trama redondinha e com muita profundidade aos personagens. Recomendado!

Título original: “Jessica Jones”.
Ano de estreia: 2019.
Criado por: Melissa Rosenberg.
Elenco: Krysten Ritter, Rachael Taylor, Carrie-Anne Moss, Eka Durville.
Duração: 13 episódios de +/- 52 minutos cada.
Nota do Gilga: 9.

Diretor de Final Fantasy VIII fala sobre a versão remasterizada

Na edição dessa semana da revista japonesa Famitsu, o diretor original de Final Fantasy VIII, Yoshinori Kitase, deu alguns pequenos detalhes interessantes sobre o recentemente anunciado remaster de FFVIII, que está programado para lançamento neste ano em todos os consoles da atual geração, incluindo PC.

Traduções fornecidas por bk2128 no Twitter e Siliconera:

  • Hiroshi Harada (o programador de batalhas original), Tomohiro Kayano (character designer) e Tetsuya Nomura estão envolvidos no projeto remasterizado;
  • “A qualidade do refinamento de personagens é o resultado de ter a equipe original trabalhando nisso”;
  • Será adicionado o Battle Assistance;
  • Chocobo World não será incluso [infelizmente]. Ao invés disso, os itens que se conseguiria lá serão disponibilizados através de uma habilidade especial de Rinoa;
  • “FFVIII foi o primeiro trabalho que utilizamos a captura de movimentos. Na época nós não sabíamos como as coisas funcionavam, então nós fizemos o ator usar uma arma pesada. Olhando pra trás, tenho calafrios em pensar sobre alguns acidentes ruins que poderiam ter acontecido”;
  • FFVIII teve sua parcela de influência em entretenimento hollywoodiana, seja uma tela do jogo mostrado em um filme de Hollywood ou uma oferta que tivemos ano passado de um grande filme de videogame que queria usar uma Gunblade“;
  • Velocidade triplicada;
  • O combate foi melhorado (HP máximo e Active Time Bar, sempre poder usar ataques especiais);
  • Sem encontros de batalhas;
  • Funcionalidades apenas para PC: possibilidade para conseguir todos os itens, habilidades, ataques especiais e cartas [para o Triple Triad card game]; Nível máximo para GFs, gil e magias; Customização detalhada nas configurações do sistema.

Sem data anunciada, Final Fantasy VIII Remastered será lançado ainda em 2019 para PlayStation 4, Nintendo Switch, Xbox One e Steam (PC).

Fonte: Nova Crystallis.

Rosamund Pike escalada para a série de TV baseada em A Roda do Tempo

A Amazon oficialmente escalou a primeira atriz para a vindoura adaptação para a TV da série literária de fantasia Wheel of Time (conhecida no Brasil como A Roda do Tempo). Rosamund Pike (Jack Reacher, 007 – Um Novo Dia para Morrer) irá encarnar Moiraine Damodred, a personagem que tem um papel fundamental na icônica série de Robert Jordan. Rosamund também será uma das produtoras do programa.
A Amazon também revelou que Brandon Sanderson, que escreveu as últimas três partes de A Roda do Tempo após a morte de Jordan em 2007, será um produtor de consulta na série ao lado de da viúva de Jordan, Harriet McDougal.

Quanto à personagem de Rosamund Pike, Moiraine Damodred é um das mais respeitadas usuárias de magia do mundo de A Roda do Tempo, e cumpre um papel importante na história principal na procura pelo Dragão Renascido, a pessoa que está destinada a derrotar a força do mal conhecida como O Tenebroso (The Dark One).

Rosamund Pike e a personagem Moiraine Damodred nos livros.

A sinopse da série Wheel of Time da Amazon é a seguinte:

“A Roda do Tempo é uma das séries de fantasia mais populares e longevas de todos os tempos, com mais de 90 milhões de livros vendidos. Ambientado num épico e diverso mundo onde a magia existe e apenas algumas mulheres são permitidas de acessá-la, a trama segue Moiraine, membro de uma incrível organização de poderosas mulheres chamada Aes Sedai, quando ela chega numa pequena cidade chamada Two Rivers. Lá, ela embarca numa perigosa jornada ao redor do mundo com cinco jovens, um dos quais é profetizado ser o Dragão Renascido, que irá salvar ou destruir a humanidade”.

As gravações de Wheel of Time estão previstas para iniciarem em setembro em Praga, e a previsão de estreia é para 2021 no Amazon Prime.

Fonte: IGN.

Novo trailer de Dragon Quest: Your Story

A Toei divulgou o segundo trailer oficial Dragon Quest: Your Story, o vindouro filme em CGI baseado no game Dragon Quest V: Hand of the Heavenly Bride. Assista abaixo (por enquanto, sem legendas):

O vídeo mostrou alguns pontos chaves (e tristes) da trama. Tô vendo que vou chorar tudo de novo…

O filme de Dragon Quest estreia nos cinemas japoneses em 2 de agosto.

Fonte: Gematsu.

[Atualizado] Todas as novidades da Nintendo na E3 2019

Hoje foi dia da Nintendo apresentar suas novidades na E3 2019. Seguem as mais importantes:

No More Heroes III
O trailer revela o protagonista Travis Touchdown novamente em ação – com direito a uma armadura voadora em seu arsenal – enfrentando uma ameaça desconhecida. Nenhuma outra informação foi revelada por hora, mas o trailer aponta para um lançamento em 2020 para Nintendo Switch.

O novo Zelda
The Legend of Zelda: Breath of the Wild terá uma sequência direta do primeiro game (ainda sem nome) e, ao que tudo indica, será lançado no Switch, ainda sem data específica. Apenas um teaser trailer foi apresentado.

Animal Crossing New Horizons
É o outro jogo “inédito” que a Nintendo anunciou em seu Direct. Entre aspas, pois o jogo já havia sido confirmado, porém sem nome e nem mesmo imagens ou um trailer de jogabilidade. O game chega em março de 2020 e vai trazer vários elementos clássicos que os fãs sempre curtiram.

Mais personagens em Smash Bros.
Revelados mais dois lutadores para Super Smash Bros Ultimate: The Hero, personagem central de Dragon Quest XI, mas com a possibilidade de se tornar versões passadas de si mesmo; e Banjo e Kazooie, dupla que nasceu no Nintendo 64.

The Witcher 3 confirmado para Switch
A Edição Completa de The Witcher 3 chegará ao Nintendo Switch ainda em 2019. Além do jogo base, a versão de Switch será lançada com todo o conteúdo extra que já foi disponibilizado para The Witcher 3. As expansões de história Hearts of Stone e Blood and Wine estarão inclusas no pacote, assim como as 16 DLCs gratuitas. Haverá também uma versão física, contando com o jogo, um pequeno livro com informações do universo The Witcher, um mapa e stickers.

Marvel Ultimate Alliance 3 ganha expansão com X-Men e Quarteto Fantástico: Ao final de um novo trailer de Marvel’s Ultimate Alliance 3: The Black Order exibido na E3 2019, foi revelado que o game ganhará um Expansion Pass. Marvel Ultimate Alliance 3 ganha expansão com X-Men e Quarteto Fantástico. O passe vai adicionar conteúdos ao game, com personagens de Marvel Knights, X-Men e Quarteto Fantástico. O título chega em 19 de julho para Switch.

Luigi’s Mansion 3
Alguns novos recursos como o Gooigi, uma versão de “ectoplasma” de Luigi, que pode atravessar superfícies para ajudar na exploração. Luigi contará ainda com três novos tipos de recursos em sua arma: Slam, Suction Shot e Burst. Também foi confirmado que será possível jogar em co-op, porém, a data de lançamento ainda não foi anunciada. O game chega em 2019 para Nintendo Switch.

Trials of Mana e Collection of Mana
Foi revelado um trailer de Trials of Mana, uma remake em HD de Seiken Densetsu 3, o terceiro jogo da franquia Secret of Mana. O game chega no início de 2020. Além dele, também foi revelado que o Collection of Mana, que será lançado nesta terça-feira (11) no Nintendo eShop. A coletânea traz o Seiken Densetsu 3 original, que nunca foi lançado fora do Japão.

The Dark Crystal: Age of Resistance
Anunciado jogo baseado na série da Netflix que estreia em agosto de 2019. O game tem previsão de lançamento para 2019, e foi confirmado apenas para Nintendo Switch. Como o próprio nome diz, ele será completamente focado em estratégia; no trailer, é possível ver algumas cenas de gameplay, indicando um sistema de combate por turnos.
A série da Netflix se passa em um mundo completamente fantasioso, antecedendo os acontecimentos do filme The Dark Crystal de 1982. Serão dez episódios explorando o mundo de Thra, onde também se passa o filme original.

Pokémon Sword & Shield revela nova líder de ginásio:
Na ocasião, também foi apresentada uma nova líder de ginário: Nessa, que é focada em Pokémon do tipo água. Pokémon Sword & Shield será lançado para Nintendo Switch em 15 de novembro de 2019.

Remake de The Legend of Zelda: Link’s Awakening
O jogo original foi lançado em 1993, para Game Boy e muito posteriormente para Nintendo 3DS. Nele, Link explora a ilha de Koholint após seu barco ser destruído por uma tempestade. Sua grande meta é encontrar o Wind Fish, guardião da ilha, para conseguir voltar para casa. Data de lançamento: 20 de setembro de 2019 para Switch.

Dragon Quest XI Definitive Edition S
O jogo chega no dia 27 de setembro para Nintendo Switch.

Astral Chain
Novo jogo da PlatinumGames (de Bayonetta e NieR: Automata) ganhou data de lançamento: 30 de agosto.

Daemon X Machina
O novo jogo da Marvelous Interactive traz batalhas de mechas em ambientes expansivos, e o novo trailer mostra mais dos personagens do jogo e seus conflitos. Lançamento: 13 de setembro para Switch.

Fontes: Tech Tudo e The Enemy.

Todas as novidades da Square-Enix na E3 2019

Rolou hoje a conferência da Square-Enix na E3. Aqui vão algumas das novidades anunciadas:

Novo trailer e gameplay de Final Fantasy VII Remake:
No novo vídeo temos a primeira aparição de Tifa, que tá muito fodona nas batalhas. Também temos uma interação de Cloud com Sephiroth, o que prova que o remake tem algumas decisões na trama diferentes do original.

O gameplay mostrado tá muito foda, com algumas mecânicas diferentes deixando as batalhas mais dinâmicas e divertidas, diferente de tudo o que vi em RPGs de ação. FFVIIR terá legendas em PT-Br aeeeeee!
Ah! E o Cloud na motinha que vem na edição de luxo tá lindo! Queria ter grana para tanto ♥

Final Fantasy Crystal Chronicles Remastered Edition
Para PS4, Switch e mobile. Lançamento no fim de 2019.

Novo trailer de Life is Strange 2
Disponível hoje.

The Last Remnant Remastered chega hoje para Switch.

Edição definitiva de Dragon Quest XI é anunciada para Switch:
A Square Enix anunciou Dragon Quest XI: Echoes of an Elusive Age – Definitive Edition para Nintendo Switch. A nova versão do game chega entre setembro e dezembro de 2019 para o console híbrido.

Romancing SaGa 3 e SaGa Scarlet Grace: Ambitions finalmente no Ocidente. Lançamento em breve para PS4 Steam, Switch, Xbox One, PC e mobile.

War of Visions Final Fantasy Brave Exvius, o “sucessor espiritual” de FF Tactics, está em desenvolvimento. Para mobile.

Oninaki
RPG para Switch, PS4, Steam em 22 de agosto.

Final Fantasy VIII Remastered
A surpresa da noite, o remaster de FF8 tá bonitão! Chega ainda este ano para Switch, Xbox One, PS4 e Steam.

Marvel’s Avengers
Ganhamos um trailer inédito cheio de ação, reunindo os vingadores Capitão América, Thor, Hulk, Viúva Negra e Homem de Ferro. Uma grande tragédia em San Francisco acontece e torna os Vingadores párias, o que leva a equipe a se separar. O gameplay começa cinco anos depois. Será possível jogar com os cinco personagens que aparecem no trailer e terá até em co-op. Lançamento em 15 de maio de 2020.

Entrevista com os atores de Avengers.
Hank Pym também dá as caras!

Fontes: Comicbook, Destructoid, IGN Brasil,

Novidades da Ubisoft na E3 2019

Seguem as principais novidades da Ubisoft na E3 2019:

Assassin’s Creed: Odyssey ganha função para criar modo história customizado: A ferramenta, será possível criar “campanhas single-player”, ou seja, uma sucessão de quests com objetivos variados, podendo escolher os personagens principais e secundários para estrelar as aventuras modificadas. Além disso, também será possível escrever diálogos para as missões, efetivamente criando novas histórias dentro do universo do game. A ferramenta de criação de quests já está disponível em Assassin’s Creed: Odyssey e funciona através de todas as plataformas em jogo está disponível. E o modo tour chega até o final do ano.

Watch Dogs Legion
O próximo game da franquia. Lançamento: 6 de março de 2020. O jogo, que leva a ação para uma Londres pós-Brexit, traz como principal mecânica a habilidade de controlar os diferentes habitantes da cidade (inclusive uma velhinha). Watch Dogs Legion terá versões para PC, PS4, Stadia e Xbox One.

Mythic Quest
Rob McElhenney, ator de It’s Always Sunny in Philadelphia, subiu ao palco da Ubisoft para apresentar a série de TV Mythic Quest. A série terá episódios de 30 minutos e se passará em um estúdio de desenvolvimento de games responsável por um dos maiores MMO RPGs do mundo, chamado Mythic Quest. McElhenney estrelará o projeto, sendo também responsável pelos roteiros e produção executiva ao lado de Day. A Ubisoft produzirá o seriado junto da Lionsgate-3 Arts Entertainment, com Gérard Guillemot, Jason Altman e Danielle Kreinik servindo como produtores executivos. Já a transmissão de Mythic Quest acontecerá pela Apple, sem previsão de estreia até o momento.

Personagens de A Hora da Aventura se juntam a Brawlhalla:
Foi revelado que JakeFinn e Princesa Jujuba de Hora da Aventura se tornarão lutadores do game de luta free-to-play Brawlhalla. Além da parceria com a Cartoon Network e do trailer, também foi revelado que os personagens já estão disponíveis a partir de hoje em todas as plataformas do game.Personagens de A Hora da Aventura se juntam a Brawlhalla:
Foi revelado que JakeFinn e Princesa Jujuba de Hora da Aventura se tornarão lutadores do game de luta free-to-play Brawlhalla. Além da parceria com a Cartoon Network e do trailer, também foi revelado que os personagens já estão disponíveis a partir de hoje em todas as plataformas do game.

Ghost Recon Breakpoint ganha novo trailer:
Foi divulgado um novo trailer de Tom Clancy’s Ghost Recon Breakpoint, dando foco ao vilão Coronel Cole D. Walker, interpretado pelo ator Jon Bernthal (de The Walking Dead e O Justiceiro). O vídeo mostra Walker dando um discurso a seu grupo de soldados, conhecido como Wolves, que desertaram dos Ghosts, e que tem como objetivo tomar o arquipélago de Auroa. Breakpoint sai em 4 de outubro para PC, PS4, Xbox One e Google Stadia. O jogo receberá um beta em breve: os testes acontecerão a partir de 5 de setembro. Não há detalhes adicionais até o momento. Além disso, o próximo game terá algum tipo de crossover com Exterminador do Futuro. Veja o teaser.

Elite Squad
Tom Clancy’s Elite Squad
, jogo mobile que reúne personagens de vários jogos da Ubisoft, foi anunciado durante a conferência da empresa na E3 2019. Aparentemente, o foco será em combates entre personagens como Caveira, de Rainbow Six, Sam Fisher, de Splinter Cell, e operadores de The Division 2. Sem data de lançamento definida, mas já é possível fazer o pré-registro.

Just Dance 2020
A franquia completa dez anos e o título Just Dance 2020 será lançado em novembro para Xbox One, PS4, Google Stadia, Wii, Nintendo Switch. Algumas das músicas já confirmadas são High Hopes, do Panic! At the Disco, Kill This Love, do BlackPink, Skibidi, do Little Big.

Filme de The Division
A adaptação de The Division por David Leitch (Deadpool 2) será lançada pela Netflix. A informação é do The Wrap. O filme seguirá a mesma premissa da franquia da Ubisoft, acompanhando um grupo de sobreviventes em uma Nova York devastada por um vírus. Até o momento, o elenco já conta com dois nomes: Jake Gyllenhaal e Jessica Chastain. Ainda não há previsão de estreia para o filme.

Roller Champions
O game receberá uma demo exclusiva para PC – a única plataforma confirmada para o game – entre os dias 10 e 14 de junho. Apesar das similaridades com o título da Psyonix, Roller Champions traz uma proposta diferente: no lugar do futebol com carrinhos, está uma espécie de Quadribol de patins. Em uma disputa de três contra três, os jogadores precisam conseguir posse da bola e dar uma volta completa em uma espécie de velódromo; em seguida, é preciso arremessar a pelota em uma espécie de arco para garantir o ponto. Haverá um modo “carreira”, onde o jogador poderá angariar fãs, patrocinadores e aumentar sua glória conforme vencer partidas. Naturalmente, será possível customizar seu patinador com rodas, joelheiras, capacetes e ombreiras.

Uplay+
A Ubisoft revelou o UPlay+, um serviço de assinatura de games para PC que vai garantir acesso a mais de 100 jogos da empresa. O serviço chega em setembro e, por enquanto, não há previsão dele ser lançado para outras plataformas. A empresa disse que tanto lançamentos quanto games mais antigos vão estar no UPlay+. A ideia é sempre ir ampliando o catálogo para os assinantes. Em 2020, o UPlay+ vai estar disponível no Google Stadia, serviço de streaming de games.

Gods and Monsters
O jogo, um RPG de ação em mundo aberto com estética semelhante a The Legend of Zelda: Breath of the Wild, é totalmente inspirado pela mitologia grega. No game, o jogador controla um herói com habilidades sobre-humanas e deve – como o próprio nome do game indica – interagir e enfrentar deuses e monstros mitológicos durante sua jornada. A narração do game será conduzida por Homero, o lendário contador de histórias creditado pelos épicos A Ilíada e A Odisseia. Lançamento: 25 de fevereiro de 2020.

Fontes: The Enemy, Jovem Nerd e IGN Brasil.

Todas as novidades da PC Gaming Show na E3 2019

Ocorreu hoje na E3 a conferência da PC Gaming Show com jogos para PC. Seguem as principais novidades:

Evil Genius 2
A continuação do villain simulator de 2004, um grupo de heróis tenta se infiltrar na ilha dos vilões. Sem data prevista de lançamento.

Vampire: The Masquerade – Bloodlines 2
De acordo com o roteirista Brian Mitsoda, os membros do clã de Bloodlines 2 não serão tão “doidos” quanto na versão de tabuleiro ou mesmo no primeiro game, mas que ainda terão a paranoia, as vozes na sua cabeça, e as opções de diálogo especiais. A Paradox pretende disponibilizar outros clãs – incluindo possivelmente GangrelNosferatu, entre outros – após o lançamento do game principal. Lançamento: início de 2020 para PC, Xbox e PS4.

Chivalry 2
Sequência do jogo de 2012, Chivalry 2 chega em 2020.

Starmancer
Desenvolvido pela Ominux Games e publicado pela Chucklefish, em Starmancer você controla uma IA que constrói e administra uma estação capaz de sustentar vida humana. Sem data de lançamento.

Midnight Ghost Hunt
É um simulador em primeira pessoa de caça a fantasmas, onde você pode jogar tanto com fantasmas quanto com caçadores em formato 4v4. Lançamento em algum momento de 2019.

Conan Chop Chop
Não é primeiro de abril: fizeram um game roguelike de Conan com estilo desenho animado. Chega em 3 de setembro para PS4, XBox One, Switch e PC.

Last Oasis
Um jogo de sobrevivência pós-apocalíptico onde os jogadores constroem máquinas doidas movidas pelo vento e lutar uns contra os outros. Lançamento: também em 3 de setembro.

Age of Wonders: Planetfall
No novo trailer, no qual foi revelado que o game trará “dinossauros com lasers”. É exatamente isto. O jogo será lançado no dia seis de agosto para PS4, Xbox One e PC.

Remnant: From the Ashes
Game cooperativo de sobrevivência dos criadores de Darksiders 3. O jogo será lançado em 20 de agosto para PS4, Xbox One e PC, mas quem adquirir o jogo em pré-venda poderá jogar a partir do dia 16 de agosto.

Shenmue 3
O trailer mostra um pouco mais do visual do game e também do combate. O visual, embora renovado, lembra bastante a aventura original lançada para Dreamcast no começo dos anos 2000. Lançamento: 19 novembro para PC (exclusivo pela Epic Games Store) e PS4.

Songs of Conquest
Lindo game medieval de estratégia da Coffe Stain Studios em parceria com a Lavapotion ainda não tem data de lançamento, mas já o beta já está aberto.

Cris Tales
Desenvolvido pela Dreams Uncorporated, o jogo tem previsão de lançamento para 2020. A demo do game já está disponível no Steam. No JRPG, os jogadores assumirão o papel de Crisbell, uma maga do tempo, que sairá em uma jornada com seus companheiros para impedir a Time Empress de reescrever o futuro do mundo.

Valfaris
Publicado pela Big Sugar e desenvolvido pela Steel Mantis, Valfaris é um jogo de ação 2D de plataforma. Lançamento: ainda em 2019 para PS4, Xbox One, Switch e PC. A demo já está na Steam.

El Hijo
Publicado pela HandyGames e desenvolvido pela Honig Studios, o game é um “stealth faroeste spaghetti não-violento”. Lançamento ainda em 2019 para PS4, Xbox One, PC, Mac e Linux.

Fontes: Destructoid, The Enemy, IGN Brasil, PC Games N e PC Gamer, Gematsu.